14 fevereiro, 2006

Namorar sempre.

São Valentim, "padroeiro" dos namorados, não passa despercebido ao "Berdades», que se associa à data com os seguintes registos:

P. Qual a diferença entre namorada e mulher?
R: 45 kilos
***
Diz a mãe para a filha:
- Ó filha, tu gostas do teu namorado?
- Gosto! Ele até me chama: minha gatinha, minha coelhinha!
- Pois é! Mas depois os animais vão crescendo....É minha vaca, minha baleia!...
***
À noite enquanto o marido lia o jornal a esposa comenta.
- Os nossos vizinhos, o casal que mora aí em frente, parecem dois namorados. Ele sempre que regressa a casa traz-lhe um presente e de manhã ao sair, dá-lhe vários beijos. Porque não fazes o mesmo?
- Mas ó querida, eu nem conheço a mulher.
***
Um casal namorava na sala da casa. Após alguns beijos, abraços e "cambalhotas", chega a mãe dela e oferece bolinhos. O namorado, ao experimentar os bolinhos, agradece à futura sogra:
- Muitos bons os seus bolinhos de bacalhau.E a sogra responde:
- Acho melhor você lavar as mãos. Esses bolinhos são de arroz.

Sem comentários: