28 novembro, 2006

1ª apitadela na superliga

Vagueando pela blogosfera deparei-me com um facto histórico e marcante da arbitragem portuguesa, mais concretamente relacionada com a estreia na Superliga do nosso amigo e conterrâneo, prof. Nélio Mendonça (agora retirado das lides do apito, mas ligado ao futebol, pois joga na equipa do Inatel da Casa do Povo de Santana - http://neliomend.spaces.live.com). Segundo a crónica do jogo , feita no blog do Rio Ave, a sua estreia foi de alto nivel. De referir ainda que Nélio Mendonça foi, no balanço final da época 2003/2004, o árbitro que mais agradou ao blogue dos Vilacondenses conforme se pode ler num post de Maio/2004: "...Por fim, referência aos árbitros: o madeirense Nélio Mendonça, promovido este ano à 1ªcategoria, foi o árbitro que mais agradou ao Blogue do Rio Ave Futebol Clube, como comprova a média de 7,5 em 10 possiveis, relativas às suas prestações nas deslocações a Braga e Amadora".
Caso para dizer que, pelo Rio Ave, NélioMendonça ainda estava a apitar, não na Superliga, mas na Liga Bwin e bem que merecia.

4 comentários:

Anónimo disse...

Sinceramente,
Até dá para rir....
Ainda bem que percebeu a tempo em que no que se estava a meter. Tomou juízo, e optou por fazer algo de melhor na vida...

Machiqueiro disse...

Um grande homem que se não fosse a máfia instalada no futebol e na arbitragem e que o lixaram, teria sido um grande árbitro português. Força Nélio e felecidades para o Inatel.

Anónimo disse...

Grande amigalhaço Nélio, sempre foste o maior!
Pena que te tivessem tramado na arbitragem, mas o blogue do Rio Ave tem toda a razão (bem descoberto sr. berdades!).
Força nas canetas para os jogos do Inatel, não tenho dúvidas que serás uma pedra basilar na equipa do mister Gil Cunha.
Felecidades
M. Freitas

Anónimo disse...

Caro amigo e colega Nélio:
Foste injustamente metido no barulho do apito dourado e isso acabou por te prejudicar na carreira do "apito" mas isso nesta sociedade é assim mesmo e tu que andas metido no meio deles (pêpêdês) não deves estranhar porque sabes como a máquina funciona, não é verdade camarada? Claro que é e tu bem sabes.
Um abraço.