06 janeiro, 2007

Dia de Reis

Foi já depois da meia noite que o Berdades foi presenteado, na sua "redacção", com o Cantar dos Reis, por um grupo da Casa do Povo de Santana que, tão bem, nos animou. Este grupo, que começou a cantar desde as 19 horas da tarde, visitou vários locais, nomeadamente casas particulares e as instituições da freguesia (Câmara, Junta de Freguesia, Bombeiros, Policia, etc..).
Cantar os Reis em Santana é já uma tradição preservada e por certo uma aposta ganha, pois no dia de ontem, a exemplo da Casa do Povo, outros grupos também cantaram os Reis, entre os quais o numeroso grupo da Paróquia, no qual se incluiu, de voz bem afinada, o sr. Padre Rui Pontes; o grupo da Associação Santana Cidade Solidária e outros mais, constituídos pela população em geral, em diversos sítios. Estão todos eles de parabéns e que para o ano saiam novamente à rua.

Grupo da Casa do Povo de Santana na "redacção" do Berdades

6 comentários:

Anónimo disse...

Se cada elemento do grupo bebeu um 1/4 litro de vinho na redacção significa que o berdades gastou 5L! Ahahahahah!!
Parabens à Casa do Povo e continuem.

Cidadão de Santana disse...

Espero que a tradição (nova) de cantar os reis em Santana continue com a mesma alegria com que se verificou nestes reis.

Bragada disse...

Ena pá que grande grupo e pelas imagens parece q tavam "afinados" a essa hora da noite (ou da manhã) já deviam andar bonitinhos! O Sr. das berdades também poderia ter fotografado o grupo do Sr. Padre, não era inferior a este.
Bom Ano para todos.

Anónimo disse...

ah pois é! este xim é que é um grupo em grande pocos mas bons...e um recadinho a snhª bragada nam sei se sabe mas se ñ fique ja a saber que este grupo quando sai, sai sempre bem afinado...
um bem haja a todos e claro nammpodia deixar de ser ao compadre jodé.............

H. Alves disse...

Que bela "redacção" tem o Berdades, será que ainda haverá por ai daquele belo "Jaqué" ou o "Canim", que nos bons tempos que já lá vão se bebia por ai?

Berdades disse...

O Sr. H. Alves já foi convidado a vir à redacção por mais que uma vez! Portanto, quando quiser é só apitar, marcar viagem e não ter medo de aterrar em Santa Catarina. O Jaqué há-de aparecer.
Um abraço.