04 janeiro, 2007

Pai Natal amigo.

A este "Sem- abrigo" valeu-lhe a persistência e a crença no Pai Natal, já que, mesmo depois do Natal, este deixou-lhe um presente, ainda que temporário: a tão famosa carpete vermelha, por onde se passeou o "Pai Natal da ACIF", que depois de arrancada da calçada, na Rua da Conceição, serviu-lhe de cama. Não obstante o aviso colocado no quadro eléctrico da parede (Perigo de Morte!) o homem permanecia num sono profundo pelas 8h45 de ontem.

4 comentários:

R.M. disse...

É a vergonha da nossa cidade estes sem abrigo e os pedintes, mais ainda por cima que temos pedintes vindos de Leste. É uma praga que urge resolver.

Anónimo disse...

pois eu acho mais vergonha os sinais de riqueza e hipocrisia de certas pessoas que também fazem parte da nossa cidade.É praga ainda maior de devia ser banida.

Anónimo disse...

Em minha opinião é mais triste haver pessoas que falam dos outros como se fala de coisas ou objectos!!! É laméntável existirem pssoas que em pleno século XXI só têm a cabeça no ar porque assim a colocaram!!! O primenro comentador já pensou que a foto poderia ser dele próprio ou de um seu filho? Se fosse descriminaria da mesma forma que o faz? Aqui fica a questão e tenho dito.

Anónimo disse...

Aqui está um problema que diz respeito a todos, tal como acontece com estas pessoas poderia acontecer a qualquer um de nós pois vemos estas pessoas mas não sabemos as verdadeiras razões que estão por detrás.

Penso que deveria de haver a exemplo de outros lugares um abrigo temporário, por exemplo uma casa preparada para o efeito em que alguma associação deveria gerir e em troca incentivar as pessoas a tentar mudar o seu rumo de vida. Seria dado um prazo de estadia, por forma a não criar a dependência.

Enfim alguém com responsabilidades na área social que faça alguma coisa, os governantes que se preocupam com a imagem da Madeira deveriam pensar nestas situações e noutros flagelos mas parece que não, deixemos que os outros façam.