26 janeiro, 2007

Património nas escolas.

Arquitectura Tradicional Madeirense. É este o tema da exposição inaugurada no dia 24 deste mês no Núcleo Museológico da Casa do Povo da Ilha a que o Berdades ontem visitou e recomenda, pois a mesma estará patente até final de Fevereiro.
Uma exposição que visa essencialmente para a sensibilização dos mais novos para o património arquitectónico tradicional madeirense. Uma iniciativa da Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC) que pretende adequar as suas acções aos programas escolares, tendo participado nestes trabalhos 5 escolas : Jaime Moniz, Básica do 2º e 3º de São Roque, Básica do 2º e 3º Ciclo de S. António, Básica do 2º e 3º Ciclo dos Louros e B+S Pe. Manuel Alvares.
Para quem quiser saber mais desta Casa do Povo poderá consultar o seu site em http://www.casadopovodailha.com ou então o seu blogue em http://casapovoilha.blogspot.com


12 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns à iniciativa,
É de louvar, claro, mas aposto que ninguém fará comentários, tão aguerridos como nos post's anteriores, aquele que tocam na uds e santanense, etc.
De certa forma, é possível concuir alguma coisa... ora vejamos, sem querer fazer juízos, desculpem-me duas perguntas:
1 - As pessoas que consultam o blog, apenas se interessam por desporto? (numa grande maioria)
2 - Em Santana, dão valor às outras além do Desporto?
Aguardemos por mais comentários, mesmo que não sejam de apoio às iniciativa ou aos seus dirigentes, etc etc.... falem elogiem,aplaudam, critiquem, etc
Fica registada a minha provocação.
Saúde a todos

Anónimo disse...

Não me sentindo provocado pelo comentário anterior, até porque é descabido vir-se criticar comentaristas que só falam de desporto quando na realidade o que interessa é o blogue e os posts aqui lançados, e muito bem pelo seu autor, a quem aproveito para lhe dar os parabéns, pois tem feito um trabalho excelente a todos os niveis. A materia até agora publicada no blogue é variada e não podemos dizer que é só pelo desporto que as pessoas aqui passam.
Não posso comentar a exposição porque não lá foi nem prevejo ir, até porque estou muito distante, no entanto não deixo de enaltecer a Casa do Povo da Ilha pela iniciativa.
Estranho é, aliás, curioso é que este blogue divulgou primeiro esta exposição que o proprio site e blogue da Casa do Poco que ainda agora visitei.
Bom fim de semana
Carlos Freitas

Anónimo disse...

Parabéns à Casa do Povo da Ilha e ao seu presidente, todas as Casas do Povo do Concelho deviam seguir o seu exemplo. A de Santana nem sequer uma página na internet tem, uma vergonha!

Anónimo disse...

O que está bem não merece críticas.
Louvar iniciativas culturais, é um dever também de todos nós. Mas, o que se vê noutros Concelhos!... E no nosso nada. Ou quase nada. Onde está? Como está a Cultura no Concelho? Pobre, muito pobre. As nossas gentes estão abertas á Cultura? Um concelho que é dos mais pobres do país, elevada a Cidade para satisfazer o Ego de muitos Senhores do Concelho que estão no Topo da vida Social e Cultural. Senhores esses que só poem os pés em Santana, quando existe reuniões concelhias e eleições ( campanhas eleitorais). Que dominam o Concelho colocando a família nos lugares chaves. Lugares esses que os filhos do Povo, mais instruídos e formados não conseguem se colocar. O clube a UDS, quando vem á bailha, é criticado duramente. Porquê? Está numa situação crítica, numa gestão danosa. Com dívidas até aos cabelos. Quem vai salvar a UDS? A atual direcção? Nunca!... Os que lá estão nem aparecem a tempo e a horas nos seus locais de trabalho. Para não dizer que por vezes nem poem lá os pés. Será, que estou enganado? Era bom, que assim fosse. Mas não creio. Esperemos para vêr!...

R.M. disse...

A simples razão de não se comentar todos os posts não significa que não sejam apreciados. Os temas do desporto naturalmente são comentados porque a desordem é maior nos clubes do que nas Casas do Povo e isso é MUITO MAIS EVIDENTE!
Parabens à nova equipa da Casa do Povo da Ilha, nomeadamenbte ao seu presidente que é uma pessao trabalhadora e com caracter sendo exemplo para muitos autarcas desta região, pena que não o saibam imitar.
Força berdades

Ze do Inhame disse...

É sem duvida uma iniciativa a enaltecer, infelizmente a cultura é uma area que os "santanenses" muito pouca importância dão.
Mas precisamos de muitas mais iniciativas destas pelo concelho e de preferência cultura da terra e "made in Santana".

Quanto às páginas na internet, quase todas as páginas que as instituições públicas madeirenses têm tão desactualizadas, simplesmente foram criadas e depois deixadas ao abandono, quando a sua actulização é algo "banal".
Mas muitas dessas páginas foram criadas num altura em que ficava bonito ter uma página na internet.
Enfim... as aparências iludem...

Anónimo disse...

Parabéns a Casa do Povo.
Realmente o zé do inhame é um catedrático. Caso tenha algum tempo devia fazer um pouco pela sociedade, disponibilizava-se para actualizar as páginas das instituições já que diz que é um trabalho tão banal.
Trabalho banal não deve ser preciso remuneração...
Penso que as instituições ficar-lhe-iam iternamente agradecidas

Ze do Inhame disse...

Quando me referi que era uma trabalho banal (pois sei muito bem que o é), era porque os funcionários das instituições ao invés de pura e simplesmente andarem no café de 30 em 30 minutos poderiam actualizar as páginas.
É que é inadmissivel gastar dinheiro a criar as páginas para depois serem abandonadas, os fúncionários com um minimo de formação actualizavão as páginas.
Ou acha que é necessário um catedrático para saber actualizar páginas da internet, será que sempre que o seu computador bloqueia leva-o a um técnico....

Anónimo disse...

Sr. Zé do Inhame,concordo com o que disse acerca da desatualização das páginas das instituições públicas e também dos motivos pelos quais estão desatualizadas. Mas..., o Sr. Zé do inhame também vai ao café de 30 em 30m? É que o seu blog nada refere, e não se encontra actualizado.

Néne disse...

Começo por felicitar o autor por este espaço cultural.
Também queria deixar uma nota sobre os comentários. Muitas das instituições não podem actualizar as suas páginas na Web por falta de meios finenceiros.
No entanto o mais importante é ter as suas actividades actualizadas e realizadas.

Anónimo disse...

Começo por felicitar o autor por este espaço cultural.
Também queria deixar uma nota sobre os comentários. Muitas das instituições não podem actualizar as suas páginas na Web por falta de meios finenceiros.
No entanto o mais importante é ter as suas actividades actualizadas e realizadas.
Néne

Anónimo disse...

Parabens pela iniciativa,no entanto saliente-se que o presidente da casa do povo tem todo o tempo do mundo para fazer muito mais ,porque o lobie da "cidade solidária" permite-o e apoia-o.Não se sabe bem quais as suas funções.Será candidato a candidato?E as outras casas do povo: deveriam mostrar as contas a do Arco,Santana e Faial.A S.Jorge está esquecida,a de S.Roque está a reabilitar-se.Depois os presidentes que têm tempo de antena na rádio deviam aproveitar esse espaço para falar das suas casa do povo e das várias iniciativas por elas promovidas e menos de generalidades de auto-promoção.