12 março, 2007

Eco-mato indiferenciado.

Lixo Indiferenciado - Por isso é que o "mato trepadeiro" por cima dos contentores, por ser indiferente, já tapou o ECO e o VIDRO. Mas também o que é necessário são os recipientes, e toda gente já sabe que o lixo é no lixo. Numa cidade rural perto de si.


8 comentários:

Anónimo disse...

em vez da maqina fotografica levasses a pedoa

O Cão e o Gato disse...

Parece simples mas não é. É muito pertinente realmente esta situação se bem que visto doutra maneira. Embora o Berdades tenha razão ao denunciar esta situação se bem que neste local o problema vem de cima (mato), mas em muitos outros locais se repararem bem, o lixo prolifera pelo chão, todo consporcado que a Câmara apenas recolhe o lixo mas nunca costuma lavar e ate desinfectar estes locais, o que devia ser feito.

Anónimo disse...

Uma pedoa dava jeito mas é d kem usa esses contentores ou xamam a maria poncha pa faxer o serviço.

municipe do centro da cidade disse...

Santana é cidade mas nas questões ambientais está a perder pontos na questão do ambiente, vaja-se o exemplo da queima de lixo junto ao campo de futebol.!!!
Realmente o cão e o gato têm razão, estes locais especificos de depósito de lixo deveriam ser lavados e desinfectados.

Anónimo disse...

A MARIA PONCHA NAO MAS TALVEZ TU PK DEVES SER MAIS UM NO DESEMPREGO OU NO RENDIMENTO MINIMO(MAMISSE)

Anónimo disse...

Que infelizes são alguns comentários, um diz que o Compadre traga uma podoa, outro ainda indica alguém para vir limpar.
Pois é.... essa senhora a par de muitas outras fazem parte de um rol de bragados (alguns até param muito no muro junto a este ecoponto) que a sociedade não soube apoiar e recuperar enquanto foi tempo. Foram marginalizados e ainda hoje o são! Só servem naquela altura que toda a gente sabe e que se aproxima! Vejam lá que pelos vistos há o estereótipo de que servem para limpar o lixo!!!
Que esperteza saloia!
Quanto ao Eco-Ponto em si a CMS não tem técnicos especializados em ambiente? Será que não passam aqui? Será que não passam na Ponte Seixal, junto à escola do Cabeço e isto só no centro da cidade, e não vêm estas situações?
Pois é... tudo vai melhorar, pelo menos até um dia destes.
Já se viram algumas brechas no mercado Abastecedor e gente à espera em outros locais. Ai, ai que o Rei vai nú!

Anónimo disse...

Na minha opinião esses ecopontos deveriam estar cobertos e chamar a atençao o menos possível, porque representam poluiçao visual.Sigam o exemplo de Espanha.

Anónimo disse...

Cobertos? Poluição visual? Se nem descobertos o pessoal os utiliza como deve ser quanto mais cobertos. Poluição visual são os sacos e outros residuos que se amontoam junto dos respectivos caixotes. Não por estarem cheios (salvo excepções), mas sim por comodismo porque sempre é mais fácil joga-los do que colocar nos respectivos contentores. Pessoalmente não concordo com contentores colectivos, mas sim individuais. Era a melhor forma de conhecer os cuidados de cada um quanto ao ambiente. Ninguém gosta de ter lixeira á porta, pois não?
Antes não havia contentores ou ecopontos reclamava-se que esse era o problema, agora com a existência destes o problema mantêm-se... Ou é do malho ou do malhadeiro.