16 abril, 2007

Folclore de Santana na Alemanha.

O Grupo Folclórico da Casa do Povo de Santana encontra-se em digressão na Alemanha. O Berdades recebeu no dia de hoje do seu "correspondente", membro do grupo, Prof. Juan Batista, as seguintes imagens e texto, que se reproduz na integra:

"Decorre de 12 à 19 de Abril o intercâmbio entre o grupo de Folclore da Casa do Povo de Santana e o Rancho Folclórico Corações Lusitanos do Centro Cultural Português (CCP) de Frankfurt. O Grupo de Folclore de Santana participou no festival organizado pelo grupo anfitrião no dia 14 de Abril em Oberursel, para além do grupo de Folclore da Casa do Povo de Santana participaram também no festival: o Rancho Folclórico de Kaissrslautern, Rancho Folclórico de Mainz, Rancho Folclórico Infantil/Juvernil do CCP/Frankfurt, Rancho Folclórico de Maintal, Rancho Folclórico Santa Marta de Offenbach, Rancho Folclórico de Gross-Umstadt e Rancho Folclórico de Limburg. No dia 15 de Abril o grupo esteve no CCP num almoço convívio com o grupo anfitrião e logo depois actuou para o público presente. Esta é a primeira internacionalzação do Grupo de Folclore da Casa do Povo de Santana, experiência essa que está a ser muito boa uma vez que para além do convívio entre grupos temos a possibilidade de conhecer um país onde a emigração portuguesa é bastante evidente"

23 comentários:

Anónimo disse...

Juan Batista

Obrigado, senhor berdades.

Anónimo disse...

Obrigados a todos,
Muito bem, para Santana, para a cultura tradicional que temos e podemos mostra por estes lados.
Saúde e sorte

Damas disse...

Parabéns ao Grupo Folclórico por este intercâmbio e por representar a nossa cultura, parabéns também a quem teve a ideia de os convidar. Não deve ter sido nada fácil de organizar uma ida destas mas com a boa vontade tudo se faz.

Aproveitem bem e que surjam mais intercâmbios.

lidia disse...

Um aplauso muito forte para a juventude da minha terra!... o futuro é vosso e estão no bom caminho. Fico muito feliz por ver que os nossos jovens estão empenhados em manter as tradições. Continuem a dignificar o bom nome de Santana, e apesar das contrariedades mostrem que querer é poder. Não só no folclore, mas tambem na Banda, no Teatro, no Desporto e outras actividades. Força!... Beijo para o primo Juan.

Carlos F. disse...

Que tenham uma optima prestação na divulgação da nossa cultura que bem merece sair além fronteiras.
Parabens ao berdades que mesmo tão longe consegue dar noticias da nossa terra.

Anónimo disse...

Bom trabalho malta!Não imaginam a alegria que me da ver as nossas tradiçoes representadas no exterior...é um grande contributo e com sacrificios que as pessoas em geral nao imaginam. Manter um grupo de folclore,gerir conflitos,interesses,maus feitios,e o tempo que hoje é cada vez mais escasso. Pois cada vez mais e felizmente, existem pessoas com formação superior ou média, que merecem um louvor por dedicarem parte do seu tempo a esta causa.
Força !!! Acreditem que cada vez mais é possivel representar as nosssas tradiçoes o mais real possivel...pois há sempre alguem que dá o valor. Nunca acabem com esse grupo de despiques que é o máximo!Com o João Tenente, o Manuel joão e o rapaz do acordeão. Parabens!!!

Anónimo disse...

Gostava de saber quantos Madeirenses estão emigrados na Alemanha! Não seria melhor terem ido a França, Venezuela, Africaq do Sul ou mesmo ao Brasil?
Se alguem souber responder que responda, porque era engraçado sabermos o que fazem os Madeirenses (sem ser esta comitiva do folclore) que está radicada na Alemanha.
Já agora, gostava de saber e se o berdades poder informar era bom, quem são os folcloristas que estão em viagem, é porque normalmente nestas coisas aparecem sempre mais uns tocadores de gaitas e de bombos que nem olham para o grupo quando tocam no adro da igreja.
Cá virei para espreitar se alguém responde, nem que seja da Alemanha.
R.M.

Anónimo disse...

Engraçado, não é?
São essas e outras que escapam aos comuns dos mortais.
É provável que o critério da escolha do destino da viagem não tenha sido o tamanho da comunidade que os recebe. Talvez algum compadre, amigo, os apoios da comunidade que os recebem, e tal e coisa.
Um dia destes vão ao Canadá, ou aos EUA, não pela interculturalidade, mas por alguém (da comintiva de "acompanhamento")que queira ir lá.
Vivam os tocadores que apenas aparecem nestas viagens: "os reforços para a boa imagem".
Parabéns aos outros que realmente se esforçam durante anos-a-fio para manterem o grupo a funcionar.

Anónimo disse...

Juan Batista

Para que se possa realizar um intercâmbio é necessário que nos seja endereçado um convite.
No presente caso, o convite partiu de um munícipe do Faial, a dona Alice Velosa, e não por interesses de dirigintes como já aqui maldosamente foi referenciado.
Este intercâmbio só estará encerrado quando o "Rancho Corações Lusitanos de Frankfurt" for recebido pelo Grupo de Folclore da Casa do Povo de Santana na Madeira por altura do Festival Regional de Foclore 48 horas a bailar.
Quanto aos tocadores, quem conheçe os grupo sabe quem toca. As pessoas que nos acompanharam foram aquelas que trabalham em prol da freguesia e do conselho e que gentilmente contribuiram para que esta viagem se pudesse realizar, ao contrário de quem fala só para criticar.

Um agredicimento especial em nome do grupo e da Casa do Povo ao senhor Berdades.

Anónimo disse...

Parabens ao nosso grupo folclorico depois apesar de todas as contrariedades sempre conseguimos atingir um objectivo mt importante que era levar para além de portugal todas as tradições de Santana!
Acreditem meus amigos que o grupo de certeza que gostaria de ir á Venezuela ao Brazil mas será k á convites????
façam convites pode ser k tenham uma bela surpresa lol

lidia disse...

A critica quando construtiva é muito importante, porque contribui para mudanças positivas em favor de todos. Mas o que pensar quando são feitas por anonimos? Mesmo que seja verdade não é credivel, e induz-nos a pensar que são dores de cotovelo ou são do bota abaixo...Num mundo cada vez mais global, numa Europa cada vez maior, qual o interesse de contabilizar os madeirenses que estão radicados na Alemanha se nós por cá nem somos 300.000?... e que a quase maioria vive do turismo e dos serviços afins. Porque não pensar que a Alemanha é um dos maiores mercados geradores de turismo para a Madeira. Quantos alemães tiveram a oportunidade de conhecer algumas tradições que existem por cá e ficaram sabendo que o cartaz de Santana tem algo mais do que 2, 4 ou 6 casas de colmo? Se calhar os alemães até vão dar mais valor do que nós. Penso que estes intercâmbios são muito importantes para divulgação das nossas tradições sejam aqui ou na China e isso reverte sempre directa ou indirectamente em favor de todos sem excepção. Bem haja aos que conseguem remar contra a maré e com muito sacrificio e abnegação trabalhar em prol de Santana. Continuem!...

R.M. disse...

De facto sempre houve alguém a querer dar resposta às minhas interrogações, se bem que de forma desviante; Pois ficamos sem saber quem foi a comitiva que acompanhou, e nisso até o berdades ficou calado como um rato; Eu cá gostava de saber quem acompanhou de modo a saber se houve alguém a dar subsidios para viagens e depois é que usufruiu delas; Não me admira que o sr. vereador da CMS e, simultaneamente presidente da casa do povo ainda VÁ PREENCHER A FOLHA DAS AJUDAS DE CUSTO na Cãmara por ter ido à Alemanha!!! Será? Ser for vai dar umas boas coroas!!
Depois, de certeza que existem elementos do grupo que por qualquer motivo também não foram, ou não?
Bem com respeito a ser na Alemanha e quando se pergunta quantos madeirenses tem lá é por uma razão muito simples: o intercâmbio destinou-se tão somente a fins turisticos ou também para que a comunidade madeirense matasse saudades da sua terra? É que se é só por questões de turismo aí concordo, deviam até de ir ao Japão!
Mas não seria melhor um intercâmbio que contemplasse os dois aspectos: turismo e emigrantes?
por hoje nada mais, até já e bons passeios.

Anónimo disse...

De facto seria interessante saber quem foi convidado para acompanhar o grupo, quem aceitou o convite e foi à Alamanha e, já agora, quais os apois que o grupo teve para esta digressão. Ou será que conseguiu pagar as viagens sozinho, ou os elementos do grupo tiveram de netrar com algun????

Anónimo disse...

Sandra

A viagem foi uma opotunidade para os elementos do grupo conhecerem um lugar onde nunca tinham estado mas também deu para mostrar as nossas tradições as tradições de Santana,
E só para confirmar uma coisa k aki já esta descrito várias vezes foi feito um intercambio, e com IMIGRANTES radicados na Alemanha. Axo k sabem bem o k ker dizer imigrantes ou precisam d um dicionário???
Em relação a certos comentários k li por aki, kem tem assim tantas questoes para colocar sobre a ida á Alemanha que tal se dirigir á Casa do Povo ou então se a dor de cotovelo for assim tão grande axo k o grupo tem abertas as inscrições pra novos elementos....
Pode ser k pra proxima viagem sejam outros os TOCADORES ....

Já que toda a gente fala e comenta, mas no fim são sempre os mesmo que tentam mostar akilo que Santana tem d melhor!!! e o GRUPO é um deles...

Um grande abraço a todos os elementos do grupo Folclorico de Santana e a todos os elementos do Grupo de Frankfurt....

Anónimo disse...

Parabens ao Grupo de Folclore de Santana por mais esta iniciativa. Este tipo de actividades, para além de mostrar lá fora aquilo que é nosso, serve para incentivar os elementos dos grupos a continuar o trabalho semana após semana. É de louvar o espírito voluntário deste e de outros grupos do nosso concelho, uma vez que, nenhum elemento do grupo de folclore é renumerado...

As pessoas têm o direito de comentar e até de criticar pela positiva ou pela negativa, acho que não devem é ter "medo" e assumir a sua posição. Um documento anónimo tem pouco valor...

Bem haja a todos quantos tornaram esta viagem possível

Heliodoro Dória

Anónimo disse...

Bem que tentam "defender-se".
Aliás não tem de se defender porque nem estão a ser atacados. Apenas deveriam justificar a curiosidade do POVO. Será demais justificar isso? Mais, quem não deve não teme? Deixem-se de ficar como "virgens ofendidas". Quem paga impostos deve compreender isto, e quer saber onde eles são gastos. Isto não que dizer que seja injusto pagarmos a viagem do Grupo à Alemanha, ou ao Japão.... até é possível concordar, certo?
Só não queremos ficar com a ideia que os nossos impostos pagaram a viagem, e depois aparecerem os "sangue-sugas do costume" (de-peito-feito) dizerem que pagaram a viagem do seu bolso... será que foi isso? Se foi que o digam, que pagaram a viagem do vosso bolso, por solidariedade recolheremos uns donativos ou fundos para vos compensar "coitadinhos". Mas provavelmente, como foram os nossos impostos, nem sabem admitir, logo (nós anónimos)os que criticam já são os maus da fita. Digam o essencial... pelo menos a VIAGEM do GRUPO e dos ACOMPANAHENTES. O alojamento já se sabe, é "INTERCâMBIO".
MUITOS PARABÉNS ao grupo de qualquer forma respresentam uma parte da Cultura de Santana, isso não negamos, muitos parabéns mesmo.
Muitos parabéns a todos os grupos que há no Concelho de Santana, e ao Berdades...
Em relação ao nível dos comentários:
- Para professores alguns dão erros a mais, ao que parece. É pena, porque será? Como chegaram a professores também cursaram na Un.Independente? :)
- Sr.ª San..., os Madeirenses lá, são Emigrantes e não Imigrantes, Imigrantes são os Ucranianos na Madeira. Não passe atestados de incumpetência a ninguém, sejamos educados, por favor. Justifique-se com elevação e não com falta de nível (sabe sequer o que é um dicionário? para falar nele, não um "livro de bolso") lololol
Sérios parabéns mesmo ao Grupo Folclórico e aos restantes grupos. Divirtam-se muito, porque bem merecem.
Tenho dito.

Anónimo disse...

Bem eu só quero dar os Parabens aos membros do grupo floclorico de Santana, por terem ido tao longe para espalhar a nossa tradição!!!Pois deve ter sido muito cansativo, pk tiveram de actuar vários dias, com pouco descanso!!!Não se deixem ficar chateados pelos k só sabem criticar!! Pois só estao com inveja!!!!

CONSELHO: Se estão com dores de cotovelo (os que criticam), juntem-se a eles, pk assim tb vao fazer viagens!!! E ai vao ver como é bom ser criticado por gente k não dá a cara. Muitos dos membros do grupo têm actividades laborais e esforçam-se para manter vivas as nossas tradições!!! Devemos aplaudi-los e não criticar. Criticar é fácil, fazer o k eles fazem já não!! Queria ver se fossem vocês no lugar deles!!!
Força Grupo Floclorico!!!!!
Um abraço amigo!!!!!

Sofia Rosa

Anónimo disse...

S.P.

Estes comentários mais parecem um despique do bailhinho! :-)
E acreditem, o que mais interessou aos elementos do grupo como eu foi ter esta oportunidade, que se pode dizer unica!
(não m posso enganar como a outra senhora pk senão ainda m caiem em cima e depois ainda m mandam ler o dicionario :-))
Fomos lá actuar para emigrantes e fizemo-lo com mt gosto!E para mim isso é k foi importante...

Mas também fikei mt contente por ver que as pessoas de Santana orgulham-se de ter um Grupo Folclórico!!

Amigos isto é k é importante...

Anónimo disse...

Juan Batista

Afinal o que é que vos agrada....

a crítica maldosa?

Saber quem foi a acompanhar? Quem pagou? Quem ajudou? O que se passou? O que comeram? Os valores envolvidos?

Apareçam na assembleia geral da Casa do Povo, lá poderão tirar todas essas dúvidas. (se calhar não sabem onde é a sede da Casa do Povo de Santana).

Rubina disse...

Realmente, Santana não passa disto, pessoas invejosas, interesseiras, que querem só para si...
É triste, ver pessoas que se dizem inteligentes, instruídas, criticarem grupos culturais, cuja única missão é levarem o nome de Santana além fronteiras, mas refira-se, o BOM NOME DE SANTANA, e contra isso estão todos aqueles que comentaram negativamente a saída do grupo à Alemanha.
Parabéns a todos os grupos culturais de Santana, pois é preciso muita força para levar em frente os vossos ideais, quando há tanta gente contra, cujas criticas são unica e exclusivamente destrutivas.
Muitos Parabéns...
Já agora de salientar que se este grupo recebeu apoios financeiros, oriundos dos nossos impostos, então muito bem. Quem dera que todos os nossos impostos fossem assim tão bem aplicados...
Acabem com estas ordinarices, não passam de crianças enciumadas com o brinquedo dos outros...

Anónimo disse...

a cultura de santana e mesmo so baile ... tristeza

Ricky S disse...

Quem me dera poder entender pk nós temos o hábito de desvalorizar o que é nosso, quando mais que ninguém deveriamos ser nós próprios a dar valor aquilo k faz parte da nossa essênçia...blrrrr, enfim....

bernardino(bernardo para alguns) disse...

Pertenci a dois grupos de Santana durante 10 anos(1 foi o acima mencionado e um outro que ajudei a formar) antes de emigrar,digo-lhes foi um tempo extraordinario, mas de muito trabalho.Mas nunca ninguem da o valor, pois nao sabem o trabalho que involve,mas como todos vos, fizemos por gosto e por amor as nossas tradicoes e a nossa terra que mais do que nunca e preciso preservar e divulgar nao criticar,pois e o que mais temos de precioso.Bem hajam aqueles que nos seus tempos livres trabalham com afinco nestes grupos.Bom trabalho Juan,um abraco ao David e ao Elvio,de um vosso amigo.Viva o Folclore,a Madeira e a Santana.