14 maio, 2007

Atenção, olha o passarinho!

Olhem só para eles a quererem esconder a barriga. Mas que rapazinhos jeitosos, nem para tirar o retrato se controlam. Bem, mas desta vez apareceram quase todos, mas há dias na Calheta, quase nem tinham 11! Ah, depois chegou mais um na 2ª parte! Pudera, nesse dia parece que não havia macarrão.
Esta foi a reportagem de Sábado passado, no Municipal de Santana. Nem com esta gente toda conseguiram vencer o Caniçal, pois ficou 1-1.
A equipa do Caniçal também queria brincadeira, nota-se pela foto.

7 comentários:

Juvenil disse...

Isto é que e desporto. Até parecfe as criancinhas a brincarem. Ponham-se lá quietos que o homem quer tirar o retrato.
Olha, afinal os veteranos têm um mágico, mas não é o Deco! Faz desaparecer um jogador?! Mas que engraçado!
Pois na Calheta não houve macarrão mas também se calhar o Beraddes não foi lá, só aparece quando há patuscada!

Bigmac disse...

Barriga para dentro, peito para fora, bem se pode repetir isto mas a cervejola manda sempre.

bragado atento disse...

Isto é que são os verdadeiros atletas da terra.
Muitos parabens e joguem sempre.

Anónimo disse...

Depois que este presidente dos veteranos foi eleito nunca mais houve macarrão. Porque será?

João M. R. Alves disse...

Será do Guaraná?

Anónimo disse...

Pois é, o presidente gastou o dinheiro para a campanha...agora só depois das excursões do próximo verão. Ou não vai haver excursões, pois já não há eleições. O compadre da empresa e que roeu a corda...mas assim e bom porque o macarrão engorda . Força malta!

Anónimo disse...

nao podemos comer macarrao todas as vezes porque nos dependemos de nos proprios ainda somos nos que pagamos para estes convivios .somos veteranos de santana mas a propria instituicao nao colabora em nada. por isso tenho orgulho de ver estes atletas a jogar por todos os campos da madeira , onde levam o nome da UNIAO DESPORTIVA DE SANTANA. embora nao pertenca ao grupo fico feliz por aqueles que pertecem. FORCA VETERANOS ESPERO QUE QUANDO AI FOR POSSA CONVIVER COM VOCES E QUEM SABE PAGAR UM MACARRAO