29 maio, 2007

Uma aventura premiada.

A Escola de São Roque do Faial, da Madeira, e não dos Açores como erradamente consta do site oficial do concurso , obteve o 1º lugar, a nível nacional, do "Concurso Uma Aventura... Literária 2007" da Editorial Caminho.
Luis Andrade Vieira foi o vencedor na modalidade de Crítica, na categoria destinada aos alunos dos 3.º e 4.º Anos. Neste concurso concorreram 6892 trabalhos de mais de 500 escolas básicas e secundárias de todo o País.
Para além do prémio atribuído, o referido trabalho literário será publicado, juntamente com a fotografia do aluno vencedor, num dos livros da colecção "Uma Aventura", das escritoras Ana Mª Magalhães e Isabel Alçada.
Aos premiados, escola e aluno, o Berdades endereça os parabéns.

18 comentários:

Anónimo disse...

Mesmo ausente da Ilha o Berdades sabe disto!!
Bem publicado sim senhores.
Parabens ao vencedor, à escola e ao Berdades

Anónimo disse...

A Escola de São Roque do Faial, tendo o Prof. Dória como Director, devia servir de exemplo a outras: rigor e profissionalismo!

Anónimo disse...

Tinha razão o antigo Presidente da Junta de Freguesia de São Roque do Faial, e actualmente director da Escola premiada. Professor Drº José de Nóbrega Dória, que queria mudar o nome da freguesia para:
FREGUESIA DO CEDRO

Francisco V. disse...

...serve para mostrar que na Madeira há muito talento e que a costa Norte tem sido exímia nesse sentido

Volta à ILHA disse...

Pois é o BERDADES mesmo fora da ILHA tem o seu blog actualizado. Deve de andar em digressão por CUBA... Em relação ao prémio, PARABÉNS ao vendecor ou não fosse um homem do Norte a orientar os alunos: rigor e disciplina e um GRUPO DE PAIS atento... eh eh eh

Volta Jodé... Trás uns CHARUTOS de CUBA.

Anónimo disse...

Parabens ao vencedor e à escola!!!

Anónimo disse...

Rigor e profissionalismo é sempre muito bom, mas tudo o que é em exagero não presta, o Sr Professor Dória deve ser mais tolerante com muitas situações na referida escola, tais como para que serve o campo da escola? só para a associação de São Roque do Faial, pois não devia ser, os alunos no intervalo das aulas gostam de jogar à bola e nesta escola só se pode utilizar o campo nas aulas de educação fisica, pois nos intervalos é proibido os alunos entrarem no campo, para não sujar o chão,era melhor que continuasse como estava assim sempre as criançinhas tinham mais espaço para os seus tempos livres, de qualquer modo os meus parabens ao prémio atribuido e alertar que esta escola é da população em geral e não do sr Prof Dória, que muitas vezes esqueçe.

Anónimo disse...

há cada cromo... o prof. Doria até pede aos professores da escola para usarem ao máximo o polidesportivo. O clube usa
e outros grupos que pedem tb usam, sem sequer pagarem a taxa do IDRAM. O k o prof Doria tem é as coisas bem organizadas... Dores de cotovelo é lixado!

Anónimo disse...

Rigor, Disciplina, Organização e Talento, existe no Profº Dória. Existe também um pouco na geração a que ele pertence. É normal. Vejam o antepassado dele. Vejam onde é que ele recebeu a formação. Hoje as nossas crianças e jovens, já não aceitam. Pior é os Pais que querem que tudo seja diferente, em relação ao passado recente.
Reconheço no entanto, que o Profº Dória por vezes é teimoso. É preciso, saber lhe dar a volta. Argumentando-se como deve ser. E por vezes até; é preciso pôlo em Sentido, porque ele só se ajoelha perante Deus. Perante os Homens está sempre de Pé, Rigoroso, Disciplinado, Organizado, Talentoso e Gago.

Anónimo disse...

Parabéns ao aluno premiado! A escola de S. Roque do Faial está também de parabéns pelo trabalho desenvolvido na área cultural e literária. Polémicas relativas à gestão da escola e seu funcionamento sempre existiram mormente envolvendo o sr. professor Dória. Contudo, como sua ex- aluna quero referir que a nível de incentivo na área criativa e literária, o prof. Dória sempre foi exímio(justiça lhe seja feita)!Indubitavelmente, a nível de prática pedagógica, esta deseja nuito a desejar...

Anónimo disse...

Já viram a importãncia que o Prof. Dória tem? A escola que ele orienta fica em 1º lugar num Concurso Literário a nível nacional... toca a opinar acerca dele. Fui seu aluno e só tenho a dizer isto: é um professor espectacular! Por vezes demasiado exigente, é verdade. Mas sempre preocupado com a formação humana e cultural dos alunos! e depois, foi outro professor dessa escola o responsável por esse concurso. Márcio Oliveira, segundo li nos jornais e ouvi na radio santana

Anónimo disse...

Todos nós temos defeitos e virtudes. O srº Profº Dória não fogue á regra. Tive o previlégio de ser seu colega (embora frequentando um ano escolar á sua frente) no Colégio onde estudamos e nos formamos para a Vida. Quando frequentava o Liceu Jaime Moniz, antigo 6º e 7º ano, o Profº frequentava no Colégio Salesiano o antigo 5º ano e o 1º ano do Magistério Primário. Recordo numa tarde de muito calor, no final do meu 7º ano (1976), o Srº Profº me procurar no Liceu e me pedir os apontamentos, livros, fotocópias de textos que serviram para estudo e que tinha em minha posse, daqueles dois anos lectivos. Espantado!... Perguntei-lhe: Para quê? Responde-me, com aquele seu ar característico de gestos manuais, com os seus dedos a dar estalos. Vou fazer exame como aluno externo. E lá lhe cedí tudo o que me solicitou.
Qual o meu espanto e alegria, quando vim a saber que tinha passado nas disciplinas que foi a exame. Perante esta situação e muitas outras. Fiquei com uma certeza, para o resto da minha vida. É intelegentíssimo.
Com a sua inteligência tem feito algo pela Comunidade onde está inserido. Penso, que as suas Virtudes são mais, que os seus defeitos.
Um político (porque ele o foi e é), nunca consegue fazer o Bem a todos. Poderá é ser Bom para Todos. Mas, como é que um ser hunano poderá ser Bom para todos? Se até aqueles que foram bons e fizeram o bem, foram criticados e crucificados.
Quero apresentar os meus parabens ao aluno vencedor e a todos os professores que lhe deram apoio. Há sempre Bons Professores, quando um aluno é vencedor de qualquer coisa.
Á escola e ao seu Director também aquele abraço amigo de Saudações.
MJFreitas

Anónimo disse...

Os elogios à gestão do prof.Dória só podem ser encomendados a familiares ou amigos...
Será tanta a ingénuidade para afirmar, que ser vencedor de um concurso depende da gestão, por demais conhecida, desse Senhor!
Antes de mais, as referências deviam ser feitas ao aluno e ao professor que o diáriamente trabalha e orienta. Pelo que li, uns trabalham e outros ostentam a coroa de louros.

Anónimo disse...

Sou seu antigo aluno e admiro o professor!

Anónimo disse...

ouvi na radio santana o professor k orientou o dito concurso dizer que tal se deve à boa organização do director da escola e dos Professores que trabalham com entusiasmo na mesma. Goste-se ou não, a verdade é que o prof. doria é competente e quem trabalha com ele admira-o...

Anónimo disse...

Se o sucesso da escola de S. Roque n é do prof. Dória, o sucesso da madeira tb n é do Dr. Alberto João... Ou será ele que pega nas ma´quinas e faz os tuneis, e as marinas?-.... lol (inveja é lixado!!!)

Anónimo disse...

Para responder aos anónimos anteriores: 1º Deixa-me rir...pudera! ... 2ºO que refere o sucesso da Madiera e do Dr. Alberto João, respondo-lhe que o que ele se refere como sucesso deve-se exclusivamente ao dinheiro da UE e do Orçamento de Estado, basta lembrar o que aconteceu em Fevereiro! Mas, não interessa para o caso....Para concluir "não se faz omoletes sem ovos".

Anónimo disse...

o pessoal isso nao e verdade!!!

eu concorri nesse concurso e estive la!!!!

e todas as escolas k foram demonstrar as suas peças ganharam o primeiro premio!!!

e atenxao xe alguma exkola e venxedora dakele konkurso e a mia pk ja fomox seleccionados pela 4ª vez!!!

a pois e!!!!!