20 agosto, 2007

Bichas no Porto Santo

Encontram-se por todo o lado. No Verão, dizem os profetas (alguns) que bichas não faltam na Ilha Dourada! É na padaria, na pastelaria, no supermercado, na papelaria, etc. Começam de manhã com a entrada para o barco e vão pela noite dentro.
Houve quem garantisse ao Berdades que até haviam bichas estendidas na areia! Não nos apercebemos disso, até porque a "fruta" que consumimos é "des-bichada", mas também não nos surpreende que em 9 Km de areia não houvesse alguma bicha deitada a esturricar ao sol!
Mas, a mais longa e curiosa bicha do Porto Santo, é a bicha para a "lambeca" - típicos gelados de vários sabores, afunilados num cone de bolacha.

A maior bicha para a lambeca é só ao fim da noite, porque durante o dia poucos são aqueles com vontade de lamber.
É vê-los à noite em bicha para o quiosque da lambeca: velhos e novos, por 5 a 10 minutos de lambeca ficam na bicha 15 a 20 minutos.
Nos restantes meses do ano, a lambeca também existe, o que não existe é bicha!
Onde não haviam bichas, era de desconfiar! Era o caso dos restaurantes ditos famosos da ilha, que quando chegávamos para jantar, apesar de vazios, não podíamos fazê-lo porque não tínhamos reserva! Ao menos na lambeca havia para todos.
Mas o Verão um dia acaba e depois é como diz aquela velha canção: "Amor de verão, amor de verão, Inverno vai vir..."

4 comentários:

João M. R. Alves disse...

pela sinalética parece que vão todos comprar o Jornal de Noticias, pela madrugada, mas afinal vão á procura é das lambidelas...
continuação de boas vacances....

RegiCe disse...

Ir ao Porto Santo e não provar todos os sabores das lambecas, é como ir a Roma e não ver o Papa! já faz parte do roteiro turístico da ilha dourada! Continuação de boas férias para o sr. Berdades e família...

Anónimo disse...

Mas vale bem a pena esperar, pois como estas não existem em mais lado nenhum... Estou neste momento a deiciar-me com uma, claro, após esperar cerca de 15 minutos... Um abraço do Porto santo para Todos os BRAGADOS.

Anónimo disse...

Com lambecas ou sem lambecas, mais ou menos bichas, o que importa é escrever bom português... "Haviam bichas" é completamente errado. A forma correta é "havia bichas". O verbo haver é, como se sabe, um verbo impessoal...