13 julho, 2008

Grupo Folclórico da Casa Social da Madeira em Pretória Africa do Sul.

Foi o grupo convidado este ano no "48 Horas a Bailar" em Santana. Apesar da alegria demonstrada na actuação o mesmo já não se passou no coração dalguns elementos. Isso mesmo foi-nos demonstrado pela Srª. Conceição Serrão (foto ao lado) uma das responsáveis pelo mesmo e que não compreendeu a razão do seu grupo não ter sido incluído no desfile até ao palco. O certo é que tal também se tem verificado em anos anteriores, uma vez que apenas desfilam os grupos do festival. Fora isso, e à nossa reportagem demonstraram alegria, boa disposição e muitas caras lindas para a nossa objectiva, a quem prometemos dar-lhes destaque neste blogue de modo que possam também ser vistos noutras partes do mundo. Prometido e feito. Resta-nos desejar-lhes boa sorte e que continuem a divulgar as nossas tradições além fronteiras, pois tão bem o sabem fazer. Bem hajam!

6 comentários:

Anónimo disse...

Este Grupo da Casa Social da Madeira em Pretória é um grupo que veio
às suas custas actuou voluntariamente nesta Festa fez parte do progama e não teve da parte da Camara a aceitação que devia,como se veio a saber porque o vogal da cultura só se preocupou da Banda do Faial e outros grupos, quase que despresam este que vive do seu puro bairrismo e mereciam apoio, è assim que nós somos hospitaleiros . Enfim querem é ficar bem no retrato porque está para breve eleiçoes

Viloa disse...

O senhor das berdades também deu mais destaque a este grupo que veio de fora do que ao grupo da casa que actuou na abertura, mas nem por isso tenho visto alguém da África do Sul a ver este blogue, no MAPA com as bendeirinhas que andam aqui ao lado ainda não consegui ver a bandeirinha da África do Sul, portanto algo está mal ou eles nem ligam a isto.
Este grupo como convidado não tinha que desfilar nem sequer deveria ter actuado no Domingo, dentro do festival, mas sim fora do festival que é o que tem acontecido com todos os outros grupos convidados e que não significa que seja desprezado como querem fazer crer. Mas já agora o berdades deveria ter perguntado porque razão o grupo recusou dormir em Santana! Isso não interessa, pois não?

Jose Eduardo - Ponta do Sol disse...

Percebo a magoa da D. Conceição mas são regras que estão por detrás, que levou a que o mesmo não fosse incluído no desfile. A regra segundo me foi dado a perceber "só podem participar os Grupos Folclóricos que façam parte da Federação Portuguesa de Folclore" e o grupo em questão é considerado de animação.
Mas acho que deviam de abrir uma excepção à regra como diz o ditado, pois acho que estes Grupos ou Associações respeitam e defendem melhor o folclore que certos Grupos cá da terra, vocês sentem, vivem e vibram com FOLCLORE.
Ainda em relação a grupos folclóricos, há coisa que não gosto de ver num grupo é estar em cima de um palco, com cara de quem ali está apenas a fazer "um frete". Há mostrar alegria e orgulho na FARDA que se está a representar.

Não desanimem e continuem a "bater o pé" por esses palcos fora e a representar o FOLCLORE PORTUGUÊS.
Da próxima durmam em Santana...
Bem hajam.
José Eduardo - Ponta do Sol

Anónimo disse...

Que desfile mais mal organizado. Ent�o n�o desfilavam em frente ao palco para passarem junro �s pessoas e ent�o subiam ao palco.

Anónimo disse...

Não dormiram em Santana, talvez porque o hotel oficial do Governo (COLMO)estava lotado e dar de ganhar aos outros...isso é que era bom.
E se esse grupo pagou tudo sózinhos, é sinal que em Pretória, a vida não está assim tão mal como por aqui...

Que saudades da Discoteca "Jaquelines" em Pretória...fortes tempos...

Catarina - viloa com muito gosto disse...

Grupo realmente fantástico!
A verdade é que o Berdades apresenta um bom trabalho e mais, tenho a certeza que não é por falta de interesse que nenhum elemento do Grupo de Pretória por cá passou, mas antes por desconhecimento da existência deste blogue. De qualquer forma, farei chegar esta informação com todo o orgulho!
Foi uma experiência deveras interessante contactar com pessoas tão humildes, tão dedicadas e com uma alegria inexplicável todos os dias.
Desanimar? Não é palavra que conste no dicionário!
Não é preciso um desfile para demonstrar quão especial é este grupo!Brilharam em palco como em todas as actuações que assisti!Parabéns!
Muito há para contar depois de quase duas semanas de convívio, contudo, não podia fechar este comentário sem dizer que a casa continua aberta para uma próxima! A saudade cresce mais quando o silêncio nela é maior!
Parabéns á organização deste blogue, e já agora, obrigada pelas fotos!=)
Cumprimentos para todos da minha parte, da parte da mãe Prof. Fátima Quintal e Graça.