30 julho, 2008

O que lhe vai na alma XIV.

NÉLIO MENDONÇA
NÉLIO ANTÓNIO ANDRADE MENDONÇA, também conhecido por Nélio Freitas (por ser filho do Sr. Freitas), solteiro, 35 anos, natural de Santana.
Esteve desde Setembro de 1999 ate este ano como Professor de Educação Física na Escola B. D. Manuel Ferreira Cabral, Santana. Licenciou-se no Instituto Politécnico de Viseu /Escola Superior de Educação (de Setembro de 1994 até Setembro de 1998), mas foi na arbitragem (Futebol), onde esteve durante 15 anos, que se notabilizou, nomeadamente na época de 2003/2004 quando atingiu as competições profissionais de Futebol, tendo chegado a apitar jogos da I Liga. E foi, também, nessa condição que esteve envolvido num processo judicial em que foi julgado durante este ano no Tribunal Judicial de São Vicente tendo sido absolvido.
Em jovem, foi um excelente atleta de futebol das camadas jovens da U.D. Santana e ainda hoje representa o núcleo de Veteranos daquela colectividade. Foi durante a época finda treinador da equipa de futebol juvenil.



5 comentários:

Anónimo disse...

Muitos parabens ao Nélio por esta entrevista. Ele é de facto merecedor de desatque neste blogue porque é uma pessoa excepcional, amigo do amigo, muito honesto e sem peneiras.
Pena que não dissesse aqui o que realmente sabe sobre os meandros da arbitragem, das ofertas, do conluio com dirigentes, etc. Se calhar também pela sua honestidade é que não convém dizer tudo. Só não foi mais longe na arbitragem por causa do sistema, disso não temos dúvidas.
Parabéns ao berdades por manter este blogue bem vivo, nomeadamente esta rubrica, pena não haver mais resumos do compadre jodé que tanto faz falta.
Um abraço
José Manuel

Anónimo disse...

Muitos parabéns ao berdades pela escolha, pois não se podem escolher apenas gentes VIP :) de vez em quando há que escolher gente normal, gente da Terra, que serão certamente o futuro, e terão responsabilidades a médio prazo nos destinos de Santana.
Mas o entrevistado desta vez, é igual a si mesmo, quem o conhece entende o que escrevo, ou seja, ele não quer atritos com ninguém, não critica ninguém, não enfrenta ninguém... ora isto é mau, pois também não se atreve a dizer que tudo está bem. Caso interessante não é? Ele sabe bem que tudo não está bom, é necessário ser crítico para melhorar a qualidade de vida, é importante ser-se exigente e responsável, ou o Sr. Prof. Nélio teme alguma coisa? :)
Bom trabalho do berdades, parabéns.

JOSE JOAQUIM COSTA disse...

Acabei de descobrir este sitio e fiquei encantado com a qualidade das “berdades”. Muito engraçado e muito bem concebido. Uma forma divertida de conhecer a minha terra de longe. Parabéns a quem o concebeu. Continuem…
De um santanense (ou será melhor dizer “bragado”) algures por terras de Portugal. F. M. S. C.

Anónimo disse...

Mais uma vez aqui fica demostrado que uma coisa é o que se diz no café outra é o que se diz ou escreve na rubrico: O que llhe vai na alma.

Anónimo disse...

Mais uma vez aqui fica demostrado que uma coisa é o que se diz no café outra é o que se diz ou escreve na rubrico: O que llhe vai na alma.

quem escreveu isto se calhar nao se identificou porque se estivesse no café tambem nao diria isto, e ainda cumprimentavao senhor nélio.eheheh