17 julho, 2008

Tradição em Santana - Debulhar o trigo.

Foi noticia no Telejornal Madeira da RTP-M no passado dia 13 e com repetição no mesmo canal no dia 14 nas Noticias da Tarde (Madeira), donde retiramos este excerto. Em boa hora a RTP Madeira de lembrou de levar aos seus espectadores esta tradição de Santana que há muito parecia esquecida. Mas, pelos vistos, muito trigo ainda há-de ser debulhado por esta centenária máquina.

7 comentários:

Caniceiro disse...

Bem viva a tradição e eu a pensar que já não existia nada disso em Santana.
Graças ao Berdades pude ver agora esta excelente reportagem porque RTP Madeira só mesmo quando o diabo faz anos. Ainda assim se não fosse a RTP o Berdades também não teria o video. Por isso parabéns aos 2.
Um abraço do Caniço

JP disse...

Não é só em Santana que ainda se debulha o trigo dessa maneira, em alguns sítios das Freguesias da Fajã da Ovelha e Ponta do Pargo no concelho da Calheta esta tradição ainda se mantêm...
Quem for ao sitio da Raposeira/Fajã da Ovelha na próxima segunda-feira (21/07/2008) irá encontrar alguma dessas "maquinas"na azafama da debulha.

Anónimo disse...

Muito trigo eu debulhei nessas máquinas....
Aquilo no Pinheiro, juntava-se os vizinhos todos para ajudar....
Dei tantos carretes com palha, pa vacas...
Na altura não me agradava mt, mas agora vejo que akilo era bem egraçado...e juntava-se ali a maltinha nova do sitio lá tinhamos de nos juntar todos para ser mais rápido...
Bons tempos :-P

Tenho saudades de Santana e principalmente do Pinheiro (Belo Sitio)
Cumprimentos

SANDRA

Anónimo disse...

E quem for este domingo à freguesia dos Prazeres, na calheta, vai haver a debulha do trigo ao vivo. Iniciativa da Quinta Pedagógica dos Prazeres.

Anónimo disse...

Uma boa reportagem e que deu para matar saudades dos anos que trabalhei com o meu pai no "ferro" como se chamava em São Roque do Faial à máquina para debulhar o trigo. Eram várias semanas a trabalhar de manhã à noite em alguns sítio de Santana, muita poeira mas também muito divertimento...
Posso estar enganado mas parece-me que a máquina que estão a usar e que se pode ver na reportagem era a de São Roque do Faial, do meu pai, logo as informações que tem mais de 100 anos e que tinha sido recuperada parece que não são as mais correctas...
De qualquer modo aqui fica o reconhecimento ao Berdades pelo facto de mostar as nossas tradições.

Heliodoro Dória

Anónimo disse...

E esta é a verdadeira "Cidade Rural do séc. XXI". Santana no seu melhor!

3RRR disse...

Havia uma máquina destas lá no sítio. Era desmontada e carregada às costas, peça por peça e de poio em poio para debulhar o trigo de quem o cultivava.
Um louvor a quem mantém estas tradições.