25 fevereiro, 2009

Como as crianças viram a Festa dos Compadres em Santana.

Assim, também, se começa a manter as tradições.
Antes das pequenas férias de Carnaval tivemos a oportunidade de ir à Escola B.1./P.E do Caminho Chão, em Santana, a convite da Prof. Dina, para falarmos sobre a tradição e costumes da Festa dos Compadres e Santana, aos alunos do 3º Ano. Os 30 minutos inicialmente previstos para a abordagem do tema, onde se incluía o visionamento dum pequeno filme e fotografias do julgamento/sentença dos Compadres, prolongaram-se por cerca de 90, pois os alunos mostraram-se muito atentos e curiosos, pois queriam saber tudo e mais alguma coisa. Foi gratificante recordar àquelas crianças de 8/9 anos uma tradição popular com mais de 60 anos e aos quais foi pedido que um dia caberá a eles manter a tradição viva. O 1º passo já foi dado, pois como "trabalho de casa" foi-lhes ordenado pela Srª. Professora um desenho que abordasse a Festa dos Compadres. O Berdades comprometeu-se reproduzi-los e publica-los aqui para que dessem a "volta ao mundo." Prometido e feito.
Numa apreciação global, podemos afirmar que gostamos de todos eles. Todos estavam engraçados, tendo a maioria desenhado partes integrantes do cortejo, com seus caros alegóricos, a queima dos compadres e ainda 2 com reprodução do julgamento dos compadres. Estão todos de parabéns.

4 comentários:

Anónimo disse...

bem..este blog ta a ficar muito fraco..o sr.berdades ja nao aceita certos comentarios nao sei porque..ah,deve só aceitar os que lhe convem..ja agora,por acaso nao ouvio falar de uns rapazinhos de santana que participaram no cortejo trapalhao e ganharam o prémio revelaçao???tanta coisa que mete aqui sem interese nehum sera que isto nao merecia aqui qualquer coisinha?digame ja agora quantas pessoas de santana foram ao cortejo trapalhao e ganharam alguma coisa???? é só para saber...beijos e abraços

Berdades disse...

Pois é caro anónimo: o Blogue tá a ficar fraco, porque os comentários recebidos e não publicados com certeza devem ser "anónimos". E FRACOS são também os anónimos que querem "malhar" nos outros sem dar a cara... Isso é que é mesmo fraquinho!
Sobre a participação no cortejo trapalhão no Funchal, que não assisti, nem soube quem participou, não dei noticia disso assim como não dei noticia do cortejo das escolas pela cidade de Santana e que, segundo, dizem, estava uma maravilha. Pois é, não podemos estar em tudo. No entanto, e se alguém quisesse ver publicado algo no Berdades já há mais de 3 anos que ando a dizer: Mandem um mail com texto ou fotos a pedir que nós publicamos. Mas nem isso, o Berdades é que deve saber e adivinhar que um grupo (não sei qual, mas se calhar de "anónimos" de Santana foi ao trapalhão e ganhou um prémio revelação. Será que foi verdade ou é apenas uma verdade "anónima"?
Sobre ganhar prémios no trapalhão no Funchal por acaso até me recordo: Em 1981 "Os lenhadores" desfilaram pelas ruas da cidade e foram vencedores dum prémio revelação: Jantar para o grupo num restaurante no Vale Paraíso. Componham o grupo os seguintes elementos: Jorge Careca (motorista do carro) Zé "O Mendonça" (ajudante do motorista); Paulo Jorge, Manuel João Furtado, Gil Rosa e Marcelino (lenhadores). Por acaso era um grupo amigo, mas não eram anónimos.

antonio martins disse...

muito bem,berdades,,,por mim so seriam publicados os comentarios identificados,,pois se receber e publicar os anonimos entao e que fica mesmo fraquinho,,pois esses queram dizer tudo mas com o nariz escondido,,mude as regras,,,,,este site esta sempre com muita forca e interessante,,visito-o todos os dias e irei continuar,,,um abraco xx desde Londres..

Anónimo disse...

O anónimo acima referenciado deve ter qualquer dorzinha de cotovelo.
Conselho nº I: coce-se numa parede de crespo que isso passa!
E mais cada um tem o blogue que quer ter e não que os "outros" querem ter!
Conselho nº II: Faça você (anónimo) o seu próprio blogue!
Não há 2 sem 3...
Conselhos nº III: identifique-se Sr. Anónimo!
É sempre giro ver "A Festa dos Compadres" pela optica de uma criança, esta que desenhou a imagem de apresentação mostrou que esteve atenta ao cenário e ás conversas.
Sem mais MFCC