30 março, 2009

Rata...Ratazana ou Ratão?!!!

Mas que bicho! Assim, deste modo, interrogar-se-ão os nosso visitantes ao ver a foto captada no passado dia 26 de Março no sitio do Lombo Antão Alves, em Santana. O insólito, quanto ao tamanho do bicho, porque de resto encontrar ratos e ratazanas em terrenos agrícolas é frequente em Santana, aconteceu quando uma máquina escavadora se encontrava a desbravar/cavar um terreno destinado à agricultura e, de repetente, salta da "toca" este bicho conforme se pode comprovar pela foto abaixo, captada pelo telemóvel do próprio maquinista, após ter encetado uma caça ao rato do campo.
Com "bichos" destes o programa de desratização promovido pelo G.R. da Madeira com certeza terá de ser reforçado.

8 comentários:

Anónimo disse...

Desratização á base de quimicos nunca resulta, deviam estudar a hipotese de introduzir um predador natural e assim, talvez se controlasse a praga.
NSP

Anónimo disse...

Ratãoooooooooo!
Ou será 1 furão?!
Ou ainda 1 coelho?! Mas se o maquinista diz que é 1 rato... É Rato!
Acho que o NSP tem razão: os químicos só os engordam e o predador natural é a melhor solução!
Aliás os químicos só destroem, até desaparecem espécies como é o caso da borboleta grande branca da Madeira.
Metam lá no Lombo do Antão Alves as mantas da Madeira como um predador natural...
MFCC

antonio martins disse...

em algumas terras dava p'ra um almoco,,fogo,,,ja matei muitos,mas assim desse tamanho,,numca vi,,quando se cavava p'ra semear trigo e semilhas encontrava-se muitos,,agora quase nimguem cava,,eles,,os ratos,, vao crescendo,,

Ceregi disse...

A problemática da obesidade também se estende aos ratos!

Nelson disse...

Viva,

Aproveito para informar que tomei conhecimento da existência do blog através de um convite que me enviado via Twitter.
Achei este artigo interesse, logo porque trás para a luz do dia a existência de um animal considerado por muito em vias de extinsão.
Isso é uma ratajana do campo, e é um bicho vital para a conservação do ecosistema. É de notar que não se trata de um rato normal e também não é portador de doenças, mas como todos os ratos é um sobrevivente e aguenta muito.
Espero, manifestamente, que não tenho morto o bicho e que, ao invés disso, o tenham devolvido ao seu habitat natural.
Para quem não sabe, há registos da existência de ratazanas do campo ainda maiores que essa, algumas até maiores que lebres.

Cumps,

Anónimo disse...

Porquê tanto alarido por causa de uma ratazana??? O pessoalacostuma-se a ver só ratinhas!!É o que dá...
Santana sempre foi terra de ratos, e olhem que os há e bem grandes.
Agora falando sério, digo eu que sou entendido, os ratos criam resistências aos dicumarínicos que são o príncipio activo do veneno. Uma alimentação muito rica em vit. K inibe o efeito daquela droga.Os vegetais são ricos em fitomenadiona que é o percursor da vitamina k. Os srs do ambiente, fiquem a saber que no campo é mais fácil matar ratos á cacetada do que usando as artimanhas das zonas urbanas, onde os ratos têm uma alimentação mais pobre em vegetais.

Anónimo disse...

AINDA EM RELAÇÃO Á RATAZANA, DEVO ACONSELHAR OS SRS DO AMBIENTE QUE PEÇAM AJUDA AOS COLEGAS QUE ANDARAM A MATAR AS CABRAS EM PROPRIEDADES PRIVADAS. DECERTO TÊM PONTARIA PARA ACERTAR NAS RATAZANAS.
SOU UM SANTANENSE QUE SE TORNOU CUBANO, MAS ACOMPANHO DESTE LADO OS ACONTECIMENTOS E AS IDIOTICES QUE SE PRATICAM POR AÍ. MEUS SRS SAIM DESSAS TOCAS PARA TRABALHAR SERIAMENTE...

Anónimo disse...

peta ou não os recados aos srs do ambiente ficam dados... quem quer "atremar" que "atrema"...
ao M.T. autor deste blog parabens por ter "enganado" "quase toda a gente".E, olhe que mesmo assim não está livre de ser incomodado por um desses individuos que pensam ser donos do ambiente e da natureza...