25 janeiro, 2010

Cabra-Cega!

Em homenagem às mulheres da Zona Velha da cidade do Funchal, cujos maridos partiam para o mar, o escultor Sílvio Cró esculpiu esta escultura intitulada "Cabra-cega", recentemente colocada na Avenida do Mar, onde se verificaram obras de melhoramentos a cargo da Câmara Municipal do Funchal.
Quanto à estátua nada temos a apontar, até porque simboliza um jogo que em criança adorava jogar. Quanto à homenagem, nem há palavras! Acho que as mulheres daquela zona eram dignas de outra homenagem e de olhos bem abertos ou, pelo menos, sem a venda nos olhos.

14 comentários:

Susana disse...

De facto se eu fosse mulher daquela zona já me tinha manifestado contra tal distinção!! Cabra?!!!

Ceregi disse...

LOL!
Algumas mulheres daquela zona tem essa conotação, mas não era necessário generalizar!
lol
De facto é uma homenagem sui generis e que merecia alguma explicação por parte do artista...pelo menos uma explicação mais coerente...

Teresa disse...

Pronto, também não me parece das obras mais bonitas em que pus os olhos, mas fica a intenção!

Sophie disse...

Lol, cabra-cega... ganda jogo...

mas preferia o APANHADA-ESCONDIDA.
ou futebol humano...

ou até mesmo o macaquinho-do-chinês... LOL *

jefhcardoso disse...

A Zona Velha da cidade do Funchal em minha vida, bem como a história das “Cabras-Cegas”... A arte de Sílvio Cró...

Meu muito obrigado por essa beleza de postagem!

Jefhcardoso de blog em blog>> a partir do http://jefhcardoso.blogspot.com

Nirvana disse...

Tenho de ver isto de perto quando voltar à Madeira!!
As mãos estendidas ainda compreendo...

João Pinto Costa disse...

És boa pessoa demais!!!!Eu apontaria muita coisa á estátua...São gostos...

maria teresa disse...

Eu faço outra leitura dos olhos tapados, a capacidade de não "verem" o perigo a que os seus "homens" ficam sujeitos, para poderem continuar a fazer a sua vida diária...
Abracinho

Carlos Pires disse...

Um blogue útil, se conhece alunos do 10º ou 11º. Aqui .

silvia_vdfr disse...

Homenagem sem logica.
Na minha opinião, esta estatua tem tudo errado :
1°- o ser humano quando espera alguma coisa ou quer receber algo, estende a mão aberta para cima (para o céu) e não como foi feito nessa estatua. "Receber" impõe à mão humana uma posição unica e tipica ! O que foi feito na estatua é mais um sinal de STOP na Avenida !
2°- uma pessoa que olha para o mar com saudade, sempre o faz com os olhos bem abertos na esperança de voltar a VER a pessoa amada, neste caso o marido. A venda nos olhos não faz sentido !
3°- quanto ao titulo da obra... podia ter encontrado outra coisa ! Não sei se as mulheres dessa zona vão gostar da ideia !!! lol
Enfim, fica a intenção...

silvia_vdfr disse...

LOL Cabra-cega, jogo 5 estrelas !!

Katia disse...

Acredito que a escultura de cabra-cega em alusão àquelas mulheres é no sentido de fechar os olhos e entrega-los a Deus...assim entendo...e o escultor o que nos diz???

Katia disse...

A cabra-cega é quem fecha os olhos ao evidente. Para ti amor, fui uma verdadeira cabra-cega, que nem as mulheres do homem do mar.....que o mar nos separe ad infintummmmmmmmm

Fernando Augusto Fernandes Marques disse...

Sobre a estátua intitulada Cabra-cega!

Reporto-me à minha meninice e aos tempos da Escola Primária e lembro-me como se fosse hoje, que entre outros jogos, realizávamos o jogo da cabra-cega. Este jogo tinha como objectivo a pessoa que estava no meio da roda com os olhos vendados,quando apanhasse outro colega,descobrir através do tacto a criança em causa... Jogo interessante,de facto,onde a sensibilidade tactal imperava e tinhamos que descobrir as características específicas faciais de cada um. Só conhecendo bem os colegas é que descobríamos!! Nesta situação específica da estátua "cada cabeça,cada sentença" e a mim parece-me de que o objectivo foi homenagear a mulher desta zona específica da cidade do Funchal - a Zona Velha. A subjectividade imaginativa de cada um de nós é fértil,e ainda bem que assim é, mas a minha diz-me,tão somente, que a mulher representa ou simboliza o carácter dócil,submisso e "cego"(acreditando cegamente ou em absoluto),no seu papel de mulher de antanho (outrora) que tinha que desenvolver na sociedade madeirense de então!!!!