02 fevereiro, 2010

Acesso ao cais de São Jorge destruído.

"Se pudesse publicar no berdades era bom, para ver se alguém se lembra este ano de arranjar aquilo... para ver se não fica como no ano passado que teve destruído e ninguém arranjou como deve ser..."
O pedido chegou-nos a semana passada por mail e acompanhado de fotografias tiradas por telemóvel  que aqui publicamos e na esperança que de facto seja recomposto [caso ainda assim se mantenha] aquela passagem para o cais, local muito frequentado por pescadores amadores bem como por muitos turistas.

5 comentários:

Pegadas disse...

Um local muito bonito. Algo perigoso no Inverno, mas a merecer a nossa melhor atenção, quanto mais não seja, pela grande importancia que teve no passado como polo dinamizador do antigo entreposto comercial do Calhau de São Jorge. Chegou a ser o porto mais importante da costa norte da Madeira. É preciso manter a "nossa memoria colectiva" viva! Para as gerações futuras! Obrigado ao Berdades por dar voz a este apelo.

Miguel disse...

Começando por agradecer e retribuir as visitas e comentários aos meus blogues, deparo agora com esta postagem, bem elucidativa de mais uma das utilidades que os blogues podem ter, o que demonstra a cada vez maior importância e visualização que estes meios de comunicação têm no mundo actual. Que este pedido aqui feito sirva de alguma coisa. Parabéns pelo blogue.

Anónimo disse...

As imagens mostram nitidamente o perigo que representa circular naquele acesso.Os estragos devem-se à queda de pedras e são bem visíveis as consequência do impacto na vereda.Antes que haja mortes e feridos a lamentar, devia-se condicionar o acesso. Quem pretenda colocar a sua vida em risco que o fizesse à sua própria responsabilidade, mas com documento assinado.

FMF disse...

Amigo Berdades,
Com o temporal que por aí anda se calhar o acesso foi para o maneta.
(O maneta deve ser o gajo mais rico do mundo - é tudo para o maneta).
Mantenha-se enxuto.
Um abraço,

silvia_vdfr disse...

Um acesso que bate recordes na escala de perigo !!!! Com estas imagens, é de facto urgente re-pensar o acesso... esperando que a reconstrucção responda às normas de segurança que esse local merece e impõe !