16 abril, 2006

Novela da TVI.

A ler no Correio da Manhã On-Line, a noticia sobre a preocupação de dois Magistrados do Minsitério Público sobre a violência doméstica:
Maus Tratos - ‘Dei-te quase tudo’ dá um 'Péssimo exemplo'.
"Magistrados lançam ataque à novela da TVI
Bêbado e agressivo, ‘Gonçalo’ vai prometendo deixar de beber e bater na jovem ‘Sara’, a mulher com quem vai ter um bebé e está casado há pouco mais de um ano. Não resiste à tentação e, meses a fio, o drama repete-se à chegada a casa. Em ‘Dei-te Quase Tudo’, telenovela da TVI em horário nobre, ‘Sara’ foge para longe de Lisboa aconselhada pelos amigos, porque “não ganha nada em queixar-se à Polícia
”.
Um exemplo que, para dois magistrados do Ministério Público, Carlos Figueira e Plácido Fernandes, “é péssimo para a sociedade” no combate a “um dos grandes flagelos do século – a violência doméstica”. E, ainda por cima, tratando-se de uma novela “vista diariamente por dois milhões de pessoas”.E tudo porque, segundo defenderam os dois procuradores, em seminários sobre violência doméstica na Amadora e em Cascais, “no guião da telenovela, a vítima é desencorajada a recorrer à Justiça e foge para longe com o bebé – caso contrário nunca irá ter descanso..."

1 comentário:

Anónimo disse...

Aqui no Brasil tambem temos muitos temas polemicos nas novelas. Mas o autor sempre trabalha em cima e no fim "tira-se" uma lição do assunto. Não será o mesmo que acontecerá??? Ás vezes é bem-vindo a exposição de temas assim, mobiliza organizações e o próprio governo a fazer campanhas de conscientização para todo país.
Mas vale ressaltar que ainda assim, devemos conversar sobre isto em nossos lares e, principalmente, com as crianças.
Texto bem posto.
Vivian Cerimele