20 julho, 2006

Jornalistas na Assembleia da Madeira.

Será esta uma das razões pela qual os jornalistas não poderão entrar na Assembleia Regional da Madeira de calças rasgasdas? Hummm!


E assim, será permitido? Pelo menos não estão rasgadas!

5 comentários:

Anónimo disse...

O Berdades não percebeu, devemos entrar de vestuário o mais formal possível, pois é um espaço que enaltece a dignidade do povo madeirense, pois estamos perante representantes democraticamente eleitos. Claro que depois de termos sentado lá o rabinho, só os surdos é que se devem sentir bem, pois a qualidade das intervenções, os nomes que ocasionalmente os Sr.s Deputados chamam uns aos outros, e as pratas desaparecidas, levam-nso a dizer que mais valia que estvem todos com as calças rotas, mas ao menos dessem dignidade à Assembleia. LdV

Anónimo disse...

Sabiam que para fazer face ao desemprego junto dos licenciados vai ser aplicado o mesmo rácio deputados/população da RA Madeira ao Continente? A Assembleia da República passará de 230 deputados a ter 3229 deputados, vai ser uma algazara, igual como cá. Vestidos a rigor claro.... José da Gama (no chão...)

Anónimo disse...

E o Presidente da Assembleia não é de Santana??
Parabens pelo bolg compadre Jodé.
Aproveito para mandar beijinhos para as minhas primas da Venezuela: Alice e a Madalena.


o Ortigas

O Pé descalço disse...

Essa de passar de 329 a 3229 a deputados é que nem lembrava a ninguém! Não será que as contas estão mal feitas?
Qualquer dia temos mais deputados que população eleitora!
Com respeitoáo vestuario dos jornalistas acho que é preferivel ir de sapatilhas e calças rasgadas (da moda) do que ir de fato e gravata mas a cheirar mal.

Anónimo disse...

Será que o gajo da tourada em cima tá a ver a tanga a miuda em baixo?
O Berdades põe com cada uma aqui!