19 outubro, 2006

Alô Africa.

Publicado em Ciberia, podemos ler:
"Abóbora será fonte de energia para redes móveis em África.
O óleo extraído da planta e das sementes de abóbora poderá, num futuro próximo, servir como fonte de energia para redes de telefones móveis um pouco por todo o continente africano..."
À 1ª vista até parece que os telemóveis africanos vão ser recarregados com pedaços de abóboras e não com baterias. Mas não, afinal é só para criar biocombustíveis, nos geradores de electricidade que abastecem bases de rede móvel em regiões rurais da África, sem acesso à rede eléctrica.
Agora o Berdades ficou a saber a origem da expresão: "É disto e abóboras quentes"

3 comentários:

Agricultor disse...

Ao preço que a electricidade está e ao aumento que pretendem, o melhor será mesmo plantar abóboras e fica resolvido o asunto.
E depois aqui na Madeira já está a ficar parecida com a Africa.

O mesmo agricultor disse...

Julgo que também será uma medidia alternativa à electricidade, e uma boa fonte de energia a bosta, não acham?
E também na Madeira Bosta é o que não falta e ainda vamos vender electicidade para Africa.

maria disse...

Vê-se mesmo que é agricultor pois nada sabe da história de África, ou talvez é um daqueles recambiados que chegou à Madeira com mania de patrão às três pancadas, vindos das antigas colónias.
Para sua informação, em África existe muito mais energia daquela que você fala do que possa imaginar...até dava para exportar...a pena é você não estar lá para dar a ideia!!!