16 setembro, 2008

Padre Agostinho Cardoso faleceu.

Foto daqui
Faleceu ontem, no Hospital Central do Funchal, o senhor padre Agostinho Cardoso, antigo pároco de Santana, donde eram naturais os seus pais. Tinha 91 anos e, segundo noticia do Jornal da Madeira, o funeral realiza-se hoje para o cemitério de S. Martinho, após uma missa na igreja paroquial de S. Martinho às 15 horas, presidida por D. António Carrilho. A partir das 12 horas, estará em Câmara ardente.
Que descanse em Paz, aquele me administrou o baptismo.

5 comentários:

Anónimo disse...

houve autocarro a partir de santana para transportar as pessoas ao seu funeral...e pelo que vi..houve mts interessados em prestar a ultima homenagem...R.I.P

Anónimo disse...

É bom saber que V.Exª é um católico nado e criado, praticante creio. Acontece que, as nossas experiências, neste caso as suas, não são universais e concerteza existirá quem tenha uma opinião totalmente divergente da sua. Mas, fica bem o discurso do politicamente correcto, quando alguém "parte para outras paragens", era um gajo fantástico.
Mas quero informá-lo do seguinte, no mundo, a morte é a maior manifestação do fenómeno democrático. Sabe, morre o rico, o pobre, o ladrão, o honesto, o novo e o velho. Não se consegue legislar acerca do assunto.

Quanto ao seu "duchinho" - presumo que você era um bébé pequenino e rechonchudo - compreendo. Não há amor como o primeiro.
Agora, não me diga que continua "apaixonado", pela sua parteira, afinal foi a sua primeira e única experiência ..., pelo menos com ela.

Enfim, a primeira vez marca-nos para o resto das nossas vidas, em tudo ...

Liliana Jesus

Berdades disse...

O post aqui em questão foi apenas informativo, até um cego vê isso! Aliás, na sua quase totalidade é transcrição de uma noticia do JM. Não transmite experiências,
nem muito menos, opiniões minhas acerca de ninguém. Portanto, o discurso do politicamente correcto só se for no comentário do "anónimo" Liliano Jesus.
Quanto ao ladrão"ducinho, honesto rechonchudo, velha parteira, rico apaixonado, pobre experiência e gajo fantástico, hummm... Ainda "tou arreganhando ei ventas".

mvgf disse...

Realmente existe gente para tudo! Não lembrava a ninguém que porventura houvesse alguém neste mundo, que minimamente sabe ler e escrever, viesse cá a este simpático blogue comentar da forma que comentou, como sucedeu com a pseudo comentarista Liliana Jesus.
O administrador do blogue nem deveria ter publicado tão insultuosa escrita, descabida de qualquer razão pelas razões até que já estão no esclarecimento do "berdades"
Eu sou visitante assídua deste blogue e só hoje ousei comentá-lo, por isso, envio o meu comentário por correio electrónico solicitando ao administrador do blogue que publique este meu desabafo com apenas as iniciais do meu nome (MVGF)

Ceregi disse...

Pelos comentários anteriores depreendo que o/a "Liliana Jesus" ao visitar o Berdades vinha com o propósito de ofensa directa ao administrador, independentemente do post que estivesse publicado...
Quanto ao falecimento desta personalidade de Santana, à família enlutada envio (enviei) as minhas condolências.