16 setembro, 2008

Tradição do Milho - Desfolhada.

Foi animada e divertida a desfolhada do milho levada a cabo pela Casa do Povo de Santana no passado Sábado, no largo dos jardins em frente da Câmara de Santana. Deu para reviver tempos antigos onde o milho era das principais bases de sustento da maior parte das famílias de Santana. Para além da desfolhada, houve o divertimento que antigamente era próprio e típico daquele encontro, como sejam o jogo do corungado, jogo do sapato e o jogo da manhã. As pinhas de milho (parte delas), depois de bem amarradas com espadanas, foram colocadas num gastalho (pinheiro) plantado no centro do largo aguardando dias de sol para secarem e, depois ser esbangado daqui por uns dias, provavelmente no mesmo local.
No final, a tradicional ementa: semilhas, massarocas e feijão acompanhados ainda com carne, pão caseiro e vinho sêco.
Depois, de barriga cheia, ainda houve tempo para cantar ao despique.

3 comentários:

gastalho disse...

Boas recordações tive (e ainda agora me vem à memória) das desfolhdas do milho, onde passávamos 2 ou 3 semanas de casa em casa a ajudar a desfolhar o milho. Era uma noite espectacular sem dúvida.
Parabens `a Casa do Povo por manter esta tradição.

Anónimo disse...

Parabens ao grupo de folclore da casa do povo de santana, por mais uma iniciativa das muitas que têm feito. É bom saber que ainda há alguem que trabalha para preservar a cultura da nossa terra. Continuem

Ceregi disse...

Os jogos tradicionais aqui experenciados, reavivaram na minha memória momentos de salutar convívio e de algazarra que se vivia quando se jogava ao "Jogo da Manhã"(entre outros)...
Constou-me que a Secretaria da Educação estria interessada em implementar um projecto no sentido de dar a conhecer às crianças este tipo de jogos (desconheço quais são os que estão incluídos nesse projecto).
É de bom grado que vejo esta medida e que espero que seja concretizada, de modo a fomentar a interacção entre as crianças, o contacto directo, o maior convívio ao ar livre e o perpetuar dos jogos "tradicionais"...