01 fevereiro, 2009

Subiram ao palco apesar de pouco público!

Já não estranhamos a ausência de publico nas diversas actividades culturais que normalmente se realizam no Salão Paroquial de Santana, e esta tarde, aquando da realização o IV Encontro de Grupos de Teatro de Santana, não foi excepção, pese embora o espectáculo ter sido de qualidade. É pena que a população não adira mais a estes eventos!
A nossa reportagem esteve lá (Salão Paroquial de Santana), cuja organização esteve a cargo do Grupo da Casa do Povo de Santana, tendo como convidados os Grupos das Casas do Povo da Ilha, da Ponta do Sol e Curral das Freiras. Gostamos e do que vimos e os artistas estiveram à altura.
Eis o nosso registo fotográfico para a posteridade.

11 comentários:

O palhaço disse...

Infelizmente o povo de Santana ainda tá atrazado como dantes. Podia apostar que no futebol tava mais gente para ver os jogadores que nem de Santana são e que levam ordenados chorudos dos subsidios da câmara.
E vai continuar sempre assim.
Obrigado berdades de trazeres estas e outras imagens.

Anónimo disse...

Será que a entidade organizadora, divulgou a iniciativa??? Ou convidou só os maigos , a Câmara de Santana e o Dr. Rui Moisés.
Estas coisas, precisam de divulgação...nos jornais, na rádio e na própria televisão.
Quanto ao que disse o Palhaço, começo já a ficar farto de ouvir esta treta de " nem de Santana são..." Oh Mentes fracas, perdoa-lhes....

Professor disse...

Se o espectaculo foi bom, excelentes estão as fotografias.
Uma pergunta: Porque razão a Casa do Povo de Santana que já faz isto há 4 anos não tomou a iniciativa de em parceria com a escola B+S de Santana ou algumas turmas de português e assim pelo menos mostrava o espectaculo aos alunos?
Talvez enchesse a sala!
Quase por certo que os professores nem sabiam desta iniciativa que, como eu, só soube pelo Berdades mas já não tive tempo de agendar a minha vida de fim de semana para puder assistir a este encontro de teatro.

António Silva disse...

Pois é pena que ainda assim seja, na CIDADE de SANTANA, que também se quer CULTURAL, estive lá e quando cheguei só pude ver 3 Grupos.

Dos que vi, gostei em especial do Grupo do Casa do Povo da Ilha e Curral das Freiras, em relação aos outros, continuem pois vão no bom caminho e força para continuar, não desistam. (Tive pena de não ver o de Santana).

Parabéns à Casa do Povo de Santana pela organização e continunem.

P.S. Em relação ao ANÓNIMO anterior, talvez não andou atento ao BERDADES, foi publicado JORNAL DA MADEIRA, ainda dou razão ao Sr. PROFESSOR...

António Silva (Santana)

Anónimo disse...

O palhaço tem toda a razao, se pusessem meia duzia de "jogadores" a correr atras de uma bola tenho a certeza que o salao enchia. Enfim, mentalidades sao mentalidades e nao ha nada a fazer..

O pintor

Anónimo disse...

Anónimo

O problema da nossa terra não é divulgação,pois o evento saíu no Jornal da Madeira(em letras bem Grandes),foi publicado na Rádio Santana e neste blogue. Quem sabe se o problema está nas pessoas? Um espírito aberto para a nossa cultura também é importante. A cultura é o único factor que prevalece nas crises que se verificaram no decorrer dos tempos.

Anónimo disse...

Se não estão lá, é porque não estão, se estão lá é porque estão lá por isto e por aquilo. É preciso pensar antes de escrever.
Divulgação? Já há e aliás até podia ser feita ainda mais mas por razões que se desconhece não é feita mas não se pode fazer tal acusação. Com pouco público? Se houvesse barracas com vinho, cerveja e espetada, ia encher. O que atraí as pessoas de Santana não é o futebol, que aliás também não tem muitos adeptos a não ser pela TV, o que atraí as pessoas de Santana é a bebida e a comida, acho que isso é comum no ser humano. E alguns ditos aqui neste post falam de cultura, meus amigos, não há cultura quando não há educação. A cultura de Santana é o vinho, espetada e bilhardice, não vale a pena vender facas de talho para vegetarianos. Concordo com o primeiro post, a verdade doí...

Alexandre Mendonça disse...

O anónimo anterior até tem alguma razão no que diz, peca mais uma vez por ser um anónimo.

Estou longe, e não faço ideia do que se passou, motivo pelo qual gostaria de colocar uma questão.

A que horas decorreu o evento?

Eu aposto que se iniciou as 16:00, que também deve ter sido a hora a que jogava o Santana (futebol, ópio do povo). Se assim foi concordo inteiramente com o que disse o anónimo anterior, vender carne a um vegetariano não é mesmo tarefa fácil.

Depois há outra coisa um povo que ainda vive para trabalhar e não, trabalhar para viver, há que esperar pouco interesse para este tipo de actividades. Mas elas NÃO podem parar, se como disse o anónimo anterior as pessoas não são educadas culturalmente é preciso educa-las.

Abraço a todos, parabéns pela iniciativa. Sugiro que em vez de um encontro anual, que a Casa do Povo através do seu grupo teatral façam várias actuações, para que assim se eduquem as pessoas.

Damas disse...

Caso desejem ver um pouco do que se passou no salão paroquial, vejam um pequeno vídeo em www.dartsom.blogspot.com

antonio martins disse...

nao vi o espectaculo,nao estou em santana(infelizmente)e a vida...mas sei que as vezes nao se anuncia nos lugares certos,nos cafes!!e supermercados,e muitas vezes o horario dos espectaculos nao sao na hora ideal para as pessoas do campo,porque nao logo a seguir a missa do dia?porque nao repetir o show na festa dos compadres? em vez da tal musica ambiente,,

silvia_vdfr disse...

Ir ao teatro não faz parte, infelizmente, do dia à dia do povo de Santana ! Na minha opinião dão demasiada importância ao futebol... a Cultura fica para os outros ( eu fico com ela lol)!!!